fbpx
O frio chegou em Belo Horizonte e com ele, infelizmente, também chegaram as dores articulares no Bento – ele sofre de doença degenerativa do disco intervertebral, desde 1 ano de idade, e recentemente foi diagnosticado com displasia de quadril.
Se o seu cãozinho também sofre com doenças articulares degenerativas, aqui vão algumas sugestões:
1) Corrija o hábito que ele tem de pular (nas pessoas, nos móveis, etc.).
Sim, nós sabemos que é impossível evitar 100% dos impactos nas articulações, mas eliminar os impactos desnecessários é muito importante.
Se o seu cãozinho tem o hábito de pular em você e em outras pessoas, leia este texto que escrevemos sobre o assunto.
Para você é indispensável que ele assista TV com você, no sofá, ou durma na sua cama? Providencie uma rampa.
2) Proteja-o do frio.
No frio, as dores articulares tentem a piorar. Por isso, não o deixe na varanda ou no quintal quando a temperatura cair. Se ele aceitar, proteja-o de forma extra com roupinhas apropriadas.
3) Promova atividade física de baixo impacto quando ele não estiver em crise de dor
Natação é uma excelente opção. Mas, uma caminhada tranquila diariamente também opera milagres para fortalecer a musculatura!
4) Mantenha-o magro
Peso extra é carga extra para as articulações carregarem.
5) Providencie uma cama terapêutica que emita infravermelho longo
O infravermelho longo é uma radiação não ionizante que tem ação anti-inflamatória. No Brasil, a marca Puppy Boom trabalha com esse material.
Bento usa a cama terapêutica que emite infravermelho longo
6) Para prevenir e para tratar crises de dor, já experimentanos e sugerimos:
– acupuntura
– quiropraxia
Aplicações de laser e ozonioterapia parecem ter efeitos benéficos também – mas, ainda, não utilizamos por aqui. Há suplementos dietéticos que são tem ação condroprotetora – converse com o médico veterinário.
7) Importantíssimo: não reproduza cães que possuem problemas articulares.
Você quer reproduzir seu cão? Então, leia esse texto que escrevemos sobre o assunto.

 

SAIBA TUDO SOBRE OS BULDOGUES FRANCESES!

Clique na imagem e baixe o seu Manual.

 

Receba novidades e conteúdos exclusivos!

QUERO SER VIP

Quer participar do nosso grupo VIP? Cadastre-se!

NÓS APOIAMOS

CAMILLI CHAMONE

Pós-graduada em Genética e Biologia Molecular. Foi professora universitária federal de Biologia Celular e Genética. Criou buldogues franceses. Foi membro efetivo do Conselho Disciplinar do Kennel Clube de Belo Horizonte. Foi Diretora da Federação Mineira de Cinofilia. É editora do "Seu Buldogue Francês", o maior blog do mundo sobre buldogues franceses, e de todas as mídias sociais que levam esse nome. É palestrante e consultora sobre bem-estar e comportamento canino. Além disso tudo, é perdida e irremediavelmente apaixonada por frenchies.

SIGA O SEU BULDOGUE FRANCÊS NAS REDES SOCIAIS

E-mail

seubuldoguefrances@gmail.com

POSTS DO INSTAGRAM

Pin It on Pinterest

Share This