fbpx
Texto de Bruna Braccini, bióloga e comportamentalista animal, escrito especialmente para o nosso blog. A Bruna é a profissional que faz os passeios educativos com o Bento. Ela oferece consultorias comportamentais, presencialmente (em BH-MG) e à distância (online). 

Indicamos o trabalho dela sem reservas!
Créditos da imagem desconhecidos. Por favor, avise-nos se souber.
Gastar a energia que seu cão tem é uma das principais tarefas que você precisa assumir, a partir do momento que ele chega em sua casa. É importante ter essa consciência, programar sua rotina, para que caibam todas as atividades que serão necessárias para que seu cãozinho tenha uma vida equilibrada, evitando inúmeros transtornos e problemas de comportamento.
Podemos classificar a energia a ser gasta em três categorias: energia física, energia mental e energia social. A energia física é a mais conhecida e é preciso se dedicar a passeios longos, de cerca de 40 minutos de duração, de preferência, duas vezes ao dia; além de brincadeiras como jogar bolinhas para o cão buscar ou cabo-de-guerra.
A energia mental é a menos conhecida e é preciso se dedicar a estimular o raciocínio do cão. A melhor forma de gastar energia mental é através do faro, atividade que relaxa o cão e permite que informações sejam coletadas do ambiente. Outras formas são: enriquecimento ambiental, tornando o ambiente em que o cão vive mais desafiador e estimulante, principalmente quando as atividades incluem alimento; treinos regulares, através do ensino de novos comportamentos e exercícios ou prática daqueles já conhecidos. 
A energia social é quando permitimos que o cachorro tenha interações sociais saudáveis, seja com seres humanos, outros cães ou animais de qualquer espécie. É importante inserir o cachorro na rotina da família, para que ele faça parte de atividades que condizem com a realidade dele. Além disso, se dedicar para que o cachorro interaja, regularmente, com outros cães, permite que a linguagem corporal seja praticada e aprimorada, um gasto de energia bastante rico e importante para que seu cachorro seja sociável.
Não importa a raça, a idade ou o porte, todos os cães, sem exceção, precisam gastar energia, diariamente. A quantidade de energia a ser gasta, pode, sim, variar de um indivíduo para o outro, sendo extremamente importante uma avaliação individual para a escolha da rotina adequada para seu cachorro. Uma coisa é certa: você precisará dedicar tempo ao seu cão, TODOS OS DIAS! Essa dedicação será a melhor forma de evitar problemas comuns, como: latidos e pulos em excesso, destruição de objetos não permitidos, passeios em que o cão puxa a guia o tempo todo e se mostra reativo aos cães e pessoas, necessidades fora do lugar, dificuldade para aprender o que é ensinado, dentre tantos outros. Está nas suas mãos ter um cachorro bem-comportado, cabe a você analisar se realmente tem tempo para se dedicar! Caso contrário, adie a aquisição de um cão e reorganize a sua rotina, até que a vinda de um novo ser para sua família, seja possível e prazerosa! 

Bruna Braccini
Comportamentalista e Bióloga
dogzencomportamentocanino@gmail.com





 

SAIBA TUDO SOBRE OS BULDOGUES FRANCESES!

Clique na imagem e baixe o seu Manual.

 

Receba novidades e conteúdos exclusivos!

QUERO SER VIP

Quer participar do nosso grupo VIP? Cadastre-se!

NÓS APOIAMOS

CAMILLI CHAMONE

Pós-graduada em Genética e Biologia Molecular. Foi professora universitária federal de Biologia Celular e Genética. Criou buldogues franceses. Foi membro efetivo do Conselho Disciplinar do Kennel Clube de Belo Horizonte. Foi Diretora da Federação Mineira de Cinofilia. É editora do "Seu Buldogue Francês", o maior blog do mundo sobre buldogues franceses, e de todas as mídias sociais que levam esse nome. É palestrante e consultora sobre bem-estar e comportamento canino. Além disso tudo, é perdida e irremediavelmente apaixonada por frenchies.

SIGA O SEU BULDOGUE FRANCÊS NAS REDES SOCIAIS

E-mail

seubuldoguefrances@gmail.com

POSTS DO INSTAGRAM

Pin It on Pinterest

Share This