fbpx
Quando era pequena, meus pais pediam que eu cumprimentasse, com um abraço, os seus amigos – que eram desconhecidos para mim. Não lembro mais dos amigos deles, mas lembro-me perfeitamente bem da sensação de desconforto que isso me causava.  
Isso também aconteceu com você? ???
Bem…embora prefira não comparar as vivências de pessoas e de cães, esse é um exemplo que me permite tal comparação! Então, vamos lá: se nem nós, humanos, seres racionais, dotados de inteligência e empatia, nos sentimos confortáveis em ter a nosso espaço pessoal invadido por terceiros, por que é que os cães deveriam ter que tolerar abraços de pessoas estranhas ou a interação com um cachorro desconhecido? 
Sim. Eu sei que você pode estar pensando que isso é uma bobagem! Afinal, seu cachorro adora interagir com estranhos!!! Além disso, cachorro tem que acostumar com qualquer coisa que impusemos a eles – o que importa é a NOSSA vontade (assim como fazem os pais que obrigam seus filhos a abraçar terceiros).
Mas, a experiência me mostra que muitos cães se importam! Em resposta a essas experiências frustrantes (sob a ótica deles), eles podem desenvolver reações indesejáveis (pular, latir, rosnar, “avançar”, morder, etc.) à aproximação de humanos e à de outros cães. 
Por isso, nós convidamos você a uma reflexão: “não estou invadindo o espaço do outro, quando me aproximo abruptamente de um terceiro? Não estou invadindo o espaço do outro, quando permito que meu cão marche em direção a ele?”
Você (ou seu cão) querem se aproximar? Não há problemas! Simplesmente, pergunte antes, se essa aproximação é desejada por todos os envolvidos. #QuestãoDeEducaçãoMesmo ❤
Créditos da imagem: @maro.ren_diary

 

SAIBA TUDO SOBRE OS BULDOGUES FRANCESES!

Clique na imagem e baixe o seu Manual.

 

Receba novidades e conteúdos exclusivos!

QUERO SER VIP

Quer participar do nosso grupo VIP? Cadastre-se!

NÓS APOIAMOS

CAMILLI CHAMONE

Pós-graduada em Genética e Biologia Molecular. Foi professora universitária federal de Biologia Celular e Genética. Criou buldogues franceses. Foi membro efetivo do Conselho Disciplinar do Kennel Clube de Belo Horizonte. Foi Diretora da Federação Mineira de Cinofilia. É editora do "Seu Buldogue Francês", o maior blog do mundo sobre buldogues franceses, e de todas as mídias sociais que levam esse nome. É palestrante e consultora sobre bem-estar e comportamento canino. Além disso tudo, é perdida e irremediavelmente apaixonada por frenchies.

SIGA O SEU BULDOGUE FRANCÊS NAS REDES SOCIAIS

E-mail

seubuldoguefrances@gmail.com

POSTS DO INSTAGRAM

Pin It on Pinterest

Share This