fbpx

fase do patinho feio com a dieta natural, engordar o orelhudinho pode parecer um suplíciooo, principalmente se ele não é aquele tipo muito chegado em comida. Então, fica aqui a minha dica: — Diariamente —
> 250g de meaty bones
> 100g de carne* (variar as fontes, para variar os nutrientes, além da proteína)
> 1 boa regada de óleo (1 ou 2 colheres de sopa)
> 1 colher de sopa (ou mais, se seu cão gostar) de verduras e/ou frutas batidas no liquidificador (sempre variar, para variar os nutrientes)
> 1 colher de sopa de iogurte natural
> 1 colher de chá de levedo de cerveja
*sendo que peixe 1X por semana, fígado 1X por semana e outro miúdo 1X por semana. Para engordar um cãozinho que está em fase de crescimento ou mesmo um cão adulto que está abaixo do peso, pode-se utilizar recursos muito interessantes e saborosos. Seu au vai a-d-o-r-a-r!


Você vai precisar adicionar uma refeição extra, mais calórica.
Há vários ingredientes que podemos utilizar e, com o tempo, vamos criando nossas próprias receitas.
Além dos ingredientes diariamente utilizados, o que mais é permitido? – Carboidratos: aveia, arroz, cevada (grãos) e todos os tubérculos, como batata, inhame, batata-doce, cará, mandioca, etc.
ATENÇÃO: Os grãos e tubérculos devem ser consumidos cozidos para melhor aproveitamento dos carboidratos. As raízes, como a cenoura, devem ser consumidas cruas.
Não sabe o que é raíz ou tubérculo? Faça como eu: consulte o Google. – Queijos: ricota, cottage, Minas, frescal, desde que seu cão não tenha intolerância.
A Bela costuma ficar intolerante, brigando para comer o pote inteiro de queijo cottage… Ela é LoUcA por queijo! :)) – Outros: ovos, mel, melado. Não me lembro de mais coisas agora… O que pode ser feito com esses ingredientes? – Mingau de aveia, adoçadinho com mel ou melado. Não deixe de passar “um fio” de óleo e misturar bem. Gordura é altamente energética. – Batata cozida amassadinha, misturada com queijo + um fio de óleo. (se tiver orégano, até eu estou servida!) – Umas bolinhas de carne, da receita engordiet. – Arroz cozido + ovo + um fio de óleo. Nessa refeição extra, você pode usar toda a sua criatividade. Se eu consigo – e garanto que faço sucesso – porque você não conseguiria?
> para a série “Minha Experiência Com Alimentação Natural”]]>

 

SAIBA TUDO SOBRE OS BULDOGUES FRANCESES!

Clique na imagem e baixe o seu Manual.

 

Receba novidades e conteúdos exclusivos!

QUERO SER VIP

Quer participar do nosso grupo VIP? Cadastre-se!

NÓS APOIAMOS

CAMILLI CHAMONE

Pós-graduada em Genética e Biologia Molecular. Foi professora universitária federal de Biologia Celular e Genética. Criou buldogues franceses. Foi membro efetivo do Conselho Disciplinar do Kennel Clube de Belo Horizonte. Foi Diretora da Federação Mineira de Cinofilia. É editora do "Seu Buldogue Francês", o maior blog do mundo sobre buldogues franceses, e de todas as mídias sociais que levam esse nome. É palestrante e consultora sobre bem-estar e comportamento canino. Além disso tudo, é perdida e irremediavelmente apaixonada por frenchies.

SIGA O SEU BULDOGUE FRANCÊS NAS REDES SOCIAIS

E-mail

seubuldoguefrances@gmail.com

POSTS DO INSTAGRAM

Pin It on Pinterest

Share This