fbpx

L´EXAMES DES BOULEDOUGUES – 1907


O primeiro dogshow competitivo aconteceu em 1859. O Kennel Club da Grã-Bretanha foi fundado em 1873 e o American Kennel Club (AKC) foi fundado em 1884. Como os dogshows foram tornandp-se muito populares, as pessoas começaram a reproduzir seus cães mais por aparência, que por utilidade. A maioria das raças caninas foram desenvolvidas para o trabalho, entretanto, com a invenção das máquinas, a escassez da caça e a mudança de ambiente, a utilização dos cães para o trabalho foi diminuída. Hoje, bulldogs ingleses não são mais utilizados para brigar com touros, dachshunds não caçam, e scottish deerhounds estão praticamente extintos. Sem os dogshows, essas raças e tantas outras já teriam desaparecido. Muitas raças não “adotadas” pelos criadores de cães de raça pura acabaram desaparecendo. O último beagle de bolso (pocket beagle) observado por pesquisadores consta de 1941. Embora eles tenham sido muito populares como cães de caça na Grã-Bretanha antes da 1ª Guerra Mundial, provavelmente, são hoje extintos. O english water spaniel, o talbot hound e o large water dog sumiram da mesma maneira. Se essas raças tivessem sido adotadas por criadores de cães, suas chances de sobrevivência teriam sido maiores. Como diminui a necessidade de cães para trabalho, aumentou a procura de cães para companhia. Raças que evoluiram em tamanho, aparência e temperamento compatíveis com a convivência doméstica prosperaram. Hoje, mais do que nunca, as pessoas querem cães distintos no tipo, bonitos para se olhar e alegres para conviver.
A arte também entra no julgamento, em um dogshow. Fontes:
“The Art and Science of Judging Dogs”. Curtis and Thelma Brown. USA 1976. Foto: “Dog shows and doggy people”. UK,1902]]>

 

SAIBA TUDO SOBRE OS BULDOGUES FRANCESES!

Clique na imagem e baixe o seu Manual.

 

Receba novidades e conteúdos exclusivos!

QUERO SER VIP

Quer participar do nosso grupo VIP? Cadastre-se!

NÓS APOIAMOS

CAMILLI CHAMONE

Pós-graduada em Genética e Biologia Molecular. Foi professora universitária federal de Biologia Celular e Genética. Criou buldogues franceses. Foi membro efetivo do Conselho Disciplinar do Kennel Clube de Belo Horizonte. Foi Diretora da Federação Mineira de Cinofilia. É editora do "Seu Buldogue Francês", o maior blog do mundo sobre buldogues franceses, e de todas as mídias sociais que levam esse nome. É palestrante e consultora sobre bem-estar e comportamento canino. Além disso tudo, é perdida e irremediavelmente apaixonada por frenchies.

SIGA O SEU BULDOGUE FRANCÊS NAS REDES SOCIAIS

E-mail

seubuldoguefrances@gmail.com

POSTS DO INSTAGRAM

Pin It on Pinterest

Share This