fbpx

Conheço 02 (dois) casos felizes de cães que estão entre nós porque seus proprietários fizeram a ressucitação cárdio-pulmonar (RCP) – ou massagem cardíaca – em seus cães.
Essa foi a diferença entre a vida e a morte destes peludos. Não haveria tempo hábil para chegar ao veterinário!!! O vídeo é em inglês, portanto para quem não domina a língua observe-o atentamente e tenha em mente: 1) Deite o animal sobre seu lado direito, porque o coração está localizado atrás do cotovelo da pata dianteira esquerda. 2) O animal não está respirando? Está sem pulso? (observe que ela mostra no vídeo os lugares onde apalpar o cão para verificar o pulso, ou seja, nas patas e na face interna da coxa) Inicie a RCP. 3) Alongue o pescoço do cão, de forma a manter suas vias respiratórias o mais livre de obstruções possível e feche sua boca. Sopre 4-5 vezes pelo nariz. Observe que ela mantém a mão sobre o tórax do cão e percebe que ele “incha” com a entrada do ar.
4) Faça 15 compressões cardíacas, conforme ela mostra no vídeo, em um tempo aproximado de 10 segundos. 5) Faça 1 (uma) respiração nasal. 6) Faça 1 (uma) compressão abdominal, conforme ela mostra no vídeo, para ajudar o sangue a retornar para o coração. 7) Reinicie o ciclo até que o cão reanime: 15 (quinze) compressões cardíacas em um tempo de 10 segundos ~> 01 (uma) respiração nasal, observando o tórax encher de ar  ~> 01 (uma) compressão abdominal para ajudar o sangue a retornar para o coração
Tomara que ninguém nunca precise utilizar este recurso.
>>> Este outro vídeo, Performing a CPR on a dog, pode auxiliá-lo também a entender a manobra. .

]]>

 

SAIBA TUDO SOBRE OS BULDOGUES FRANCESES!

Clique na imagem e baixe o seu Manual.

 

Receba novidades e conteúdos exclusivos!

QUERO PARTICIPAR

Quer participar do nosso grupo exclusivo? Cadastre-se gratuitamente!

NÓS APOIAMOS

CAMILLI CHAMONE

Pós-graduada em Genética e Biologia Molecular. Foi professora universitária federal de Biologia Celular e Genética. Criou buldogues franceses. Foi membro efetivo do Conselho Disciplinar do Kennel Clube de Belo Horizonte. Foi Diretora da Federação Mineira de Cinofilia. É editora do "Seu Buldogue Francês", o maior blog do mundo sobre buldogues franceses, e de todas as mídias sociais que levam esse nome. É palestrante e consultora sobre bem-estar e comportamento canino. Além disso tudo, é perdida e irremediavelmente apaixonada por frenchies.

SIGA O SEU BULDOGUE FRANCÊS NAS REDES SOCIAIS

E-mail

seubuldoguefrances@gmail.com

POSTS DO INSTAGRAM

Pin It on Pinterest

Share This