fbpx

Mariela deixou um novo comentário sobre a sua postagem “Colapso de Traquéia em Frenchies“:

Olá, Camilli.

Dando um search no google encontrei seu blog com este tópico.
Tenho uma chow chow que tem isso e foi descoberto depois de muitos problemas que ela estava tendo e que acho que é devido ao problema. Ela sempre tinha umas crises onde não conseguia ficar em outra posiçao que nao sentada. Ficava tensa, olhos cerrados e pescoço um pouco esticado. Ninguem tinha idéia do que se tratava. Passei por diversos vets e nem vou comentar aqui quanta barbaridade foi diagnosticada até que finalmente encontrei uma clínica com profissionais competentes.
Aos 8 meses ela teve pneumonia e depois de 2 meses com tratamento intensivo à base de Clavulin, xarope Fluimucil e muita inalaçao… a coisa curou, porém mês passado ela reincidiu e os vets acharam muito estranho e pediram uma broncolaringoscopia para retirada do muco pulmonar para saberem ao certo como um cão jovem tem por 2 vezes pneumonia num espaço de 5-6 meses.
Pois bem… o resultado foi que é pneumo por bacteria – eschirichia coli. Também foram feitas imagens da traqueia e toda aquela regiao do aparelho respiratorio e o resultado foi o seguinte: 
– Edema importante de todas as cartilagens laringeanas.
– Palato mole prolongado que encarcera ocasionalmente a epiglote.
– Diminuição da entrada de ar para a via aérea inferior.
– Traquéia apresenta inflamação difusa por toda a extensão do órgão.
– Colapso de traqueia com edemas de sacos laringeos.

Os vets acham que esses episodios de pneumo tem à ver com esse problema traqueal dela ja que tudo ali inflama, produz pus e ela ingere e provavelmente vai para os pulmoes ja q ela faz esforço algumas vezes para respirar. Isso é só um resumo de uma saga que estou vivendo desde o inicio do ano quando ala ainda tinha uns 4 meses.
Os vets acham que assim é ela se curar da pneumonia: que eu devo fazer a correçao do palato mole mas nao indicam por enquanto que se mexa na traqueia.

Agora lendo seus comentarios estou na duvida – seria mesmo suficiente apenas a correção do palato?

No caso do seu French… você já o levou para operar?
Se sim… que procedimento fizeram?
Somente palato ou algo na traqueia/laringe? Melhorou?
Ele teve algum episódio de algo no pulmao em decorrencia do problema também?
Nossa… o que você puder me contar vai ser de grande valia. Tenho chows há quase 18 anos e nunca tinha tido tal experiencia… nem de longe.
Sou de SP capital. E vc ?
Mais uma vez agradeço pelos seus posts pois me ajudou muito a esclarecer melhor esse problema dela. Hoje ela tem 1 ano e 3 meses mas tem sintomas disso desde uns 4 meses ou quase isso.
Te agradeço mais uma vez.

Abraço,

Mariela.

–//–
Oi Mariela! Antes de tudo quero esclarecer uma coisa: falo sobre a minha experiência com os cães aqui, mas, NÃO SOU VETERINÁRIA! Deus me livre ser acusada pelo exercício ilegal de alguma profissão… aliás, já tenho trabalho demais com a minha! 🙂 Graças a Deus, nunca tive frenchies com colapso de traquéia. Você deve ter lido errado na postagem. Este problema é muito comum em yorkshires. Mas, caso tivesse, não pensaria 2X em operá-los! Como você mesma disse, já que você encontrou médicos veterinários competentes, confie na experiência deles. Com certeza, o palato estendido dificulta a deglutição, pode provocar quadros de aspiração e facilitar o desenvolvimento de pneumonia. Apesar de eu não ser veterinária, achei bastante interessante a ponderação deles em operar primeiramente o palato. Quem sabe se eles resolverem o problema do palato, a sua chow-chow passe a deglutir/respirar adequadamente e isso contrinua para diminuir a irritação da traqueia? Bem, essa é a minha opinião de cirurgiã-dentista! Abraços, Camilli]]>

 

SAIBA TUDO SOBRE OS BULDOGUES FRANCESES!

Clique na imagem e baixe o seu Manual.

 

Receba novidades e conteúdos exclusivos!

QUERO PARTICIPAR

Quer participar do nosso grupo exclusivo? Cadastre-se gratuitamente!

NÓS APOIAMOS

CAMILLI CHAMONE

Pós-graduada em Genética e Biologia Molecular. Foi professora universitária federal de Biologia Celular e Genética. Criou buldogues franceses. Foi membro efetivo do Conselho Disciplinar do Kennel Clube de Belo Horizonte. Foi Diretora da Federação Mineira de Cinofilia. É editora do "Seu Buldogue Francês", o maior blog do mundo sobre buldogues franceses, e de todas as mídias sociais que levam esse nome. É palestrante e consultora sobre bem-estar e comportamento canino. Além disso tudo, é perdida e irremediavelmente apaixonada por frenchies.

SIGA O SEU BULDOGUE FRANCÊS NAS REDES SOCIAIS

E-mail

seubuldoguefrances@gmail.com

POSTS DO INSTAGRAM

Pin It on Pinterest

Share This