fbpx
Em ambiente natural, cães selvagens precisam conseguir ingerir grandes volumes de comida, de uma só vez, afinal a próxima refeição é incerta e o jejum prolongado pode ser a realidade que os espera. Por isso, o processo evolutivo dessa espécie “deu uma mãozinha” e deixou de lado o desenvolvimento o centro neurológico da saciedade, localizado no hipotálamo. Isso significa que esses animais estarão sempre dispostos a comer e comerão enquanto houver comida disponível.
Todos os frenchies que passaram em minha vida, o Bento, os frenchies de vocês e todos os outros cães de raça e sem raça definida compartilham essa característica com seus parentes selvagens! Por isso é tão comum escutar tutores preocupados com seus cães que parecem sempre esfomeados, principalmente quando alimentados com alimentação natural. Porém, não há nada de errado com essa “fome irrefreável”, é apenas um traço evolutivo dos animais dessa espécie! 
A melhor maneira de avaliarmos se a quantidade de comida que oferecemos está suficiente é através da circunferência abdominal do cão. Ele está engordando? Diminua a comida. Ele está emagrecendo? Aumente a comida. Ele mantém o peso? Mantenha a quantidade de comida.
Ceder às vontades e aos anseios gastronômicos dos nossos cães os predispõem à obesidade, à diabetes, à dislipidemia e a muitas outras doenças que potencialmente podem diminuir sua expectativa e qualidade de vida. 
A melhor maneira de avaliar se a quantidade de comida está sendo adequada ou não é observar o escore corporal do cão. 





Receba nossos posts por e-mail:

Delivered by FeedBurner

https://www.facebook.com/seubuldoguefrances/ https://www.instagram.com/seubuldoguefrances/

 

SAIBA TUDO SOBRE OS BULDOGUES FRANCESES!

Clique na imagem e baixe o seu Manual.

 

Receba novidades e conteúdos exclusivos!

QUERO SER VIP

Quer participar do nosso grupo VIP? Cadastre-se!

NÓS APOIAMOS

CAMILLI CHAMONE

Pós-graduada em Genética e Biologia Molecular. Foi professora universitária federal de Biologia Celular e Genética. Criou buldogues franceses. Foi membro efetivo do Conselho Disciplinar do Kennel Clube de Belo Horizonte. Foi Diretora da Federação Mineira de Cinofilia. É editora do "Seu Buldogue Francês", o maior blog do mundo sobre buldogues franceses, e de todas as mídias sociais que levam esse nome. É palestrante e consultora sobre bem-estar e comportamento canino. Além disso tudo, é perdida e irremediavelmente apaixonada por frenchies.

SIGA O SEU BULDOGUE FRANCÊS NAS REDES SOCIAIS

E-mail

seubuldoguefrances@gmail.com

POSTS DO INSTAGRAM

Pin It on Pinterest

Share This