fbpx

Os cães se relacionam com as fezes de uma maneira bem diferente da nossa.

Comer coco é instintivo para eles! As fêmeas estimulam a urina e as fezes dos filhotes lambendo a barriguinha deles e, concomitantemente, as ingere. Comer as fezes dos filhotes também é uma maneira instintiva de esconder rastros dos predadores – muitos animais fazem isso na natureza. Portanto, o “nojo” é apenas nosso. 
Com relação à coprofagia, nome científico para o ato de comer fezes, especula-se as seguintes causas:
  • carência nutricional: o cão come as própria fezes para “aproveitar” os nutrientes residuais ali contidos. A título de curiosidade, já tivemos uma frenchie coprofágica que abandonou esse hábito depois que passou a ser alimentada com alimentação natural;
  • carência emocional: o cão brinca com as próprias fezes para entreter-se e pode acabar por comê-las;
  • distribuição inadequada do espaço dormir-comer-evacuar: cães mantém limpo o local onde comem e dormem;
  • punição inadequada dos proprietários durante a educação dos filhotes. Isso será melhor explicado abaixo.
  • por vontade de comer mesmo! Afinal, eles não entendem isso como algo nojento ou errado. 
  • rotina empobrecida de estímulos (poucos passeios, falta de enriquecimento ambiental). Nesse caso, o cão brinca e come o cocô como forma de afastar o tédio. 
É importante o proprietário saber que punir o cão porque ele é coprofágico – ou porque ele evacua no local incorreto – está errado! O filhote pode associar o erro às fezes e não ao ato de defecar. Isso pode estimular ainda mais a coprofagia (ele come as fezes para escondê-la do dono).
Portanto, em vez de punir o mal comportamento, estimule o comportamento certo com muitosssss agrados! Lembrem-se sempre que cães são predispostos a nos agradar… e farão de tudo se perceberem que estamos satisfeitos com sua atitude. 🙂
Para quem tem cães comedores de cocô, a solução é não brigar e “catar” o cocô assim que ele for feito. Não dê sorte ao azar!
Importante lembrar que cães defecam uns 30 minutos após comer.


Receba os posts por email: Delivered by FeedBurner
siga-nos: 
]]>

 

SAIBA TUDO SOBRE OS BULDOGUES FRANCESES!

Clique na imagem e baixe o seu Manual.

 

Receba novidades e conteúdos exclusivos!

QUERO SER VIP

Quer participar do nosso grupo VIP? Cadastre-se!

NÓS APOIAMOS

CAMILLI CHAMONE

Pós-graduada em Genética e Biologia Molecular. Foi professora universitária federal de Biologia Celular e Genética. Criou buldogues franceses. Foi membro efetivo do Conselho Disciplinar do Kennel Clube de Belo Horizonte. Foi Diretora da Federação Mineira de Cinofilia. É editora do "Seu Buldogue Francês", o maior blog do mundo sobre buldogues franceses, e de todas as mídias sociais que levam esse nome. É palestrante e consultora sobre bem-estar e comportamento canino. Além disso tudo, é perdida e irremediavelmente apaixonada por frenchies.

SIGA O SEU BULDOGUE FRANCÊS NAS REDES SOCIAIS

E-mail

seubuldoguefrances@gmail.com

POSTS DO INSTAGRAM

Pin It on Pinterest

Share This