fbpx

Muito simples resolver isso! Basta olhar o rótulo, a regra é a mesma para qualquer alimento para cães (ração, patê e comida industrializada).

Rótulo de alimento para cães
1) Verifiquem quais são os primeiros 05 (cinco) ingredientes: 

  • 1.1 Carne deve ser sempre o 1º ingrediente da fórmula e deve haver outras duas fontes de proteína de boa qualidade (carnes, ovos) entre os outros 04 (quatro) primeiro ingredientes. Atenção: farinha, farelo, proteína isolada são subprodutos da carne e não deveriam ser alimentos para cães (nem ninguém);
  • 1.2 Gorduras de boa qualidade (que não oxidam nas altas temperaturas utilizadas durante o processamento das rações) devem estar entre os ingredientes da fórmula (exemplo: óleo de coco);
  • 1.3 Legumes e verduras devem estar entre os 05 (cinco) primeiros ingredientes da fórmula;
  • 1.4 Frutas, batata, batata-doce, inhame e afins ricos em carboidratos são aceitáveis apenas para cães saudáveis. Por possuírem muito açúcar, podem predispôr a obesidade, diabetes, resistência insulínica, doenças fúngicas, etc. Cães que possuem as doenças citadas são encorajados a não consumirem alimentos ricos em carboidratos.

2) Lembrem-se que grãos não são alimentos apropriados para carnívoros, além de serem exorbitantemente ricos em carboidratos. Entretanto, pequenas quantidades de arroz e aveia são aceitáveis para cães 100% saudáveis. Nenhuma forma de milho, soja e trigo (integral, moído, óleo, etc.) deve estar presente em um alimento para cães;
3) “Subprodutos” têm esse nome porque possuem qualidade inferior aos produtos de verdade (carne, verdura, legumes, etc.) e não deveriam ser usados como alimentos. Tudo que está na forma de farelo, farinha, proteína isolada, hidrolisado, polpa é subproduto (em geral, desconfie desses nomes compostos esquisitos!);
4) Não é aceitável que uma ração possua os conservantes (antioxidantes) BHT e/ou BHA. Esses produtos têm potencial cancerígeno e, por isso, já foram banidos de vários países;
5) Não vejam com bons olhos os ingredientes cujos nomes você não sabe nem pronunciar e nunca soube que era comida;
Simples assim! 🙂
@frenchies.1
Receba os posts por email: Delivered by FeedBurner
siga-nos: 
]]>

 

SAIBA TUDO SOBRE OS BULDOGUES FRANCESES!

Clique na imagem e baixe o seu Manual.

 

Receba novidades e conteúdos exclusivos!

QUERO SER VIP

Quer participar do nosso grupo VIP? Cadastre-se!

NÓS APOIAMOS

CAMILLI CHAMONE

Pós-graduada em Genética e Biologia Molecular. Foi professora universitária federal de Biologia Celular e Genética. Criou buldogues franceses. Foi membro efetivo do Conselho Disciplinar do Kennel Clube de Belo Horizonte. Foi Diretora da Federação Mineira de Cinofilia. É editora do "Seu Buldogue Francês", o maior blog do mundo sobre buldogues franceses, e de todas as mídias sociais que levam esse nome. É palestrante e consultora sobre bem-estar e comportamento canino. Além disso tudo, é perdida e irremediavelmente apaixonada por frenchies.

SIGA O SEU BULDOGUE FRANCÊS NAS REDES SOCIAIS

E-mail

seubuldoguefrances@gmail.com

POSTS DO INSTAGRAM

Pin It on Pinterest

Share This