fbpx

Você sabe o que é uma fábrica de filhotes? 

Tive a infelicidade de conhecer uma, pessoalmente. Pertence a uma pessoa que é registrada no Kennel Clube e só vende filhotes com pedigree. Naquele lugar, havia centenas de cães, de várias raças – o lugar era grande e o local era todo dividido em “alas”:
  • das fêmeas;
  • dos machos;
  • das cadelas no cio;
  • das cadelas grávidas;
  • das cadelas paridas;
  • dos filhotes;
  • dos cães “em estado terminal” – um lugar absolutamente deprimente, onde eram largados os cães que não serviam para reproduzir e esperavam a morte chegar. Havia vários cães doentes, sem nenhum sinal de suporte médico.

O mal cheiro era criminoso. Os cães adultos mantinham-se em um estado de apatia, fechados naquele espaço pequeno e sem sol, como se toda a felicidade e a esperança tivessem lhes sido roubadas. Os filhotes estavam misturados a cadelas (provavelmente suas mães) visivelmente adoecidas. Mas, apesar disso tudo, a fábrica parecia ser um negócio lucrativo. A proprietária me contou que não conseguia produzir tantos filhotes quanto o mercado demandava e, por isso, pensava em aumentar suas instalações.  
Não tive coragem de perguntar sobre os testes de saúde envolvidos no planejamento reprodutivo. A falta de saúde dos cães era óbvia e generalizada. 
Quando perguntei a ela como fazia para vender tantos filhotes, a resposta veio rápida: nos pet shops, no Mercado Livre e na OLX. E, acrescentou: “…pet shops são os melhores lugares para vender, mas a comissão da loja atrapalha um pouco. Entretanto, no fim das contas, acaba valendo a pena, por causa do ‘volume’ “.
Você já viu filhotes em pet shops? Eu já. 
São fofuras de pelo, cheirosinhas, que ficam quietinhas nas vitrines e fazem nosso coração explodir de amor. Mas o que está por trás desses anjos, é uma história de abuso e de maus tratos animais absurda.
Não adquira seu filhote de pet shops (nem Mercado Livre, nem OLX), por 02 (dois) motivos:
  1. é uma forma de incentivar um comércio indecente;
  2. é você quem terá de arcar com as consequências físicas e emocionais de um cão que foi gerado em um ambiente como esse, por longos anos. Acredite, não será barato!
Receba nossos posts por e-mail: Delivered by FeedBurner
siga-nos: 
]]>

 

SAIBA TUDO SOBRE OS BULDOGUES FRANCESES!

Clique na imagem e baixe o seu Manual.

 

Receba novidades e conteúdos exclusivos!

QUERO PARTICIPAR

Quer participar do nosso grupo exclusivo? Cadastre-se gratuitamente!

NÓS APOIAMOS

CAMILLI CHAMONE

Pós-graduada em Genética e Biologia Molecular. Foi professora universitária federal de Biologia Celular e Genética. Criou buldogues franceses. Foi membro efetivo do Conselho Disciplinar do Kennel Clube de Belo Horizonte. Foi Diretora da Federação Mineira de Cinofilia. É editora do "Seu Buldogue Francês", o maior blog do mundo sobre buldogues franceses, e de todas as mídias sociais que levam esse nome. É palestrante e consultora sobre bem-estar e comportamento canino. Além disso tudo, é perdida e irremediavelmente apaixonada por frenchies.

SIGA O SEU BULDOGUE FRANCÊS NAS REDES SOCIAIS

E-mail

seubuldoguefrances@gmail.com

POSTS DO INSTAGRAM

Pin It on Pinterest

Share This