fbpx

Engenharia Genética e um dos alunos apresentou o estudo de luminescência em plantas.
Um gene animal que promovia a luminescência era implantado no genoma vegetal e obtinha-se um vegetal fluorescente (explicando a grosso modo). Pois, agora, os pesquisadores da Universidade Nacional de Seul resolveram implantar o gene da fluorescência em um cãozinho da raça beagle, batizado de RUPPY.
Ruppy fluoresce no escuro…
A justificativa dos cientistas, com este experimento, é que essa técnica poderá auxiliar no tratamento de doenças humanas.
Entretanto, a imprensa deveriaa ser mais específica dizendo que a engenharia genética poderá auxiliar no tratamento das doenças humanas e NÃO a luminescência…

Minha caixa está repleta de e-mails, com várias perguntas sobre o tema:
– Criaram o Ruppy para evitar atropelamento de cães?
– Criaram o Ruppy para os criadores enxergarem os cães no escuro?
– Isso funciona mesmo?
– Como obter um cão fluorescente? 🙂 Esqueçam… Ruppy é apenas uma ferramenta de aprendizado para que genes de interesse dos humanos possam ser manipulados!]]>

 

SAIBA TUDO SOBRE OS BULDOGUES FRANCESES!

Clique na imagem e baixe o seu Manual.

 

Receba novidades e conteúdos exclusivos!

QUERO SER VIP

Quer participar do nosso grupo VIP? Cadastre-se!

NÓS APOIAMOS

CAMILLI CHAMONE

Pós-graduada em Genética e Biologia Molecular. Foi professora universitária federal de Biologia Celular e Genética. Criou buldogues franceses. Foi membro efetivo do Conselho Disciplinar do Kennel Clube de Belo Horizonte. Foi Diretora da Federação Mineira de Cinofilia. É editora do "Seu Buldogue Francês", o maior blog do mundo sobre buldogues franceses, e de todas as mídias sociais que levam esse nome. É palestrante e consultora sobre bem-estar e comportamento canino. Além disso tudo, é perdida e irremediavelmente apaixonada por frenchies.

SIGA O SEU BULDOGUE FRANCÊS NAS REDES SOCIAIS

E-mail

seubuldoguefrances@gmail.com

POSTS DO INSTAGRAM

Pin It on Pinterest

Share This