fbpx

Ti deixou um novo comentário sobre a sua postagem “Feiras de Filhotes. DIGAM NÃO!“: Oi Camilli, tudo bem?
Estou louca pra ser mamãe de um cachorrinho, e não sei bem onde comprá-lo. Logo me disseram sobre essas feiras de animais, agora leio no seu blog que não é uma boa opção. O que você recomenda? 
Abraços. –//– Oi Ti! Que felicidade a sua de, a tempo, não comprar um filhotinho de feiras de animais.
Feirinhas, pet shops, etc., são o local de desague dos fabricantes de filhotes. Aqui no blog você poderá ler sobre O Mercado da Vergonha, também.
E, sabe qual a diferença dos animais vendidos no Mercado e no feirinha? Um banho bem tomado, pois ambos possuem a mesma procedência: A FÁBRICA DE FILHOTES. O lugar mais seguro para adquirir um cão de boa procedência é com um CRIADOR.
Mas, o criador também precisa ter boa procedência, uma vez que hoje em dia muitas pessoas estão “criando cães” não por opção, mas por falta dela… Portanto, quando for adquirir seu filhotinho verifique se o criador:
– é filiado a um clube cinófilo,
– preocupa-se em saber para onde está indo o seu filhote (e não queira se ver livre dele tão logo você apareça),
– ofereça garantias por escrito, com relação à saúde do animalzinho,
– está disponível a receber o filhote de volta, na possibilidade de sua falta,
– cria, no máximo, 2 raças,
– pode lhe oferecer referências,
– estará disponível para você, caso você tenha alguma dúvida, no dia-a-dia com seu filhote,
– tem conhecimento sobre a raça que cria.
Um cãozinho vai viver mais de 10 anos. Ninguém precisa ter pressa e fazer uma escolha equivocada.
Adquirir cães de feiras de filhotes, pet shops e afins é alimentar o comércio dos fabricantes de filhotes. Felicidades!]]>

 

SAIBA TUDO SOBRE OS BULDOGUES FRANCESES!

Clique na imagem e baixe o seu Manual.

 

Receba novidades e conteúdos exclusivos!

QUERO SER VIP

Quer participar do nosso grupo VIP? Cadastre-se!

NÓS APOIAMOS

CAMILLI CHAMONE

Pós-graduada em Genética e Biologia Molecular. Foi professora universitária federal de Biologia Celular e Genética. Criou buldogues franceses. Foi membro efetivo do Conselho Disciplinar do Kennel Clube de Belo Horizonte. Foi Diretora da Federação Mineira de Cinofilia. É editora do "Seu Buldogue Francês", o maior blog do mundo sobre buldogues franceses, e de todas as mídias sociais que levam esse nome. É palestrante e consultora sobre bem-estar e comportamento canino. Além disso tudo, é perdida e irremediavelmente apaixonada por frenchies.

SIGA O SEU BULDOGUE FRANCÊS NAS REDES SOCIAIS

E-mail

seubuldoguefrances@gmail.com

POSTS DO INSTAGRAM

Pin It on Pinterest

Share This