fbpx

VOCÊ QUER FAZER GRANA RÁPIDO CRUZANDO CÃES?

Eu poderia iniciar essa postagem com várias questões filosóficas, das quais eu compactuo:
– cães não devem ser meio de vida;
– a criação de cães deve ser uma opção (um hobby) e não a falta de opções;
– criar cães tem como o objetivo o melhoramento genético da raça e não o comércio da mesma;
– “produzir” e encaminhar filhotes é uma responsabilidade vitalícia;
– etc… Mas, isso é uma questão de valores. Então, vamos à parte prática:
– buldogues franceses não fazem monta natural, é necessário que o veterinário faça a inseminação artificial em 100% das cadelas = CUSTO
– buldogues franceses não nascem de parto normal, apenas de parto cesáreo = CUSTO
– buldogues franceses não costumam ter ninhadas numerosas = “PREJUÍZO”
– os cuidados nos primeiros 15 dias da ninhada são exaustivos e, muitas vezes, requerem serviço de enfermagem = CUSTO
Além disso, há os altos investimentos com exames e scans diagnósticos, remoção de cães do sistema reprodutivo se detectado algum problema, agregação de boas linhas de sangue ao plantel, altos custos com exposições cinófilas, custos com empregados, custos com veterinários e alimentação de alta qualidade. Lucros? Nunca os vi.
Mas, a felicidade de desfrutar da companhia dos frenchies NÃO TEM PREÇO!]]>

 

Vamos organizar, de uma vez por todas, a vida do seu cãozinho?

CLIQUE NA IMAGEM E BAIXE GRATUITAMENTE A SUA AGENDA DO PET!

 

Receba novidades e conteúdos exclusivos!

QUERO PARTICIPAR

Quer participar do nosso grupo exclusivo? Cadastre-se gratuitamente!

NÓS APOIAMOS

CAMILLI CHAMONE

Pós-graduada em Genética e Biologia Molecular. Foi professora universitária federal de Biologia Celular e Genética. Criou buldogues franceses. Foi membro efetivo do Conselho Disciplinar do Kennel Clube de Belo Horizonte. Foi Diretora da Federação Mineira de Cinofilia. É editora do "Seu Buldogue Francês", o maior blog do mundo sobre buldogues franceses, e de todas as mídias sociais que levam esse nome. É palestrante e consultora sobre bem-estar e comportamento canino. Além disso tudo, é perdida e irremediavelmente apaixonada por frenchies.

SIGA O SEU BULDOGUE FRANCÊS NAS REDES SOCIAIS

E-mail

seubuldoguefrances@gmail.com

POSTS DO INSTAGRAM

Pin It on Pinterest

Share This